Pós-zumbis(1)

            Eu acordei, como de costume, às seis horas pra ir à escola. Acordar de manhã é um saco, já reparou como as coisas nunca estão bonitas de manhã? Pois é, meu irmão nunca foi bonito de se ver, mas hoje ele estava especialmente detestável, aparentemente e como pessoa. Eu levantei da minha cama, tomei banho, escovei os dentes, peguei os livros referentes às matérias do dia e estava à espera (minha mãe me levava ao colégio). Meu pai tomava café enquanto assistia o restante do jornal para ir trabalhar também, meu irmão e minha mãe finalmente estão prontos, meu irmão realmente não é uma figura bonita de se ver, olheiras profundas e um andado meio manco, principalmente de manhã.
Eu: Eai Sefode(nome do meu irmão) o que você vai ter na aula hoje?
Sefode: arrrg, arrrahrahg, Cérebroooo...
Eu: Oo
            O meu irmão estava cada vez pior da cabeça em virtude de dozes cavalares de BBB, funk e colheita feliz. Eu achava estranho o fato de que muita gente estava, aos poucos, me parecendo muito semelhante a ele.
            Chegamos à porta do colégio dele:
Minha mãe: Tchau meu filho! Vai com Deus
Sefode: Arrrrgggg, Aahauirrrg, creu, creu, creu ,creu, Cérebrooo!
            Ele estava realmente muito manco. Coitado do Sefode. A situação já estava realmente assustadora. Pouco tempo depois chegamos ao meu colégio, desci do carro, dei um beijo na minha mãe e saí. Hoje iria ser um bom dia, o clima estava agradável e as matérias do dia eram legais, mal sabia eu que este seria o último dia de aula da minha vida...
            Cheguei à sala, cumprimentei o professor, me sentei, era aula de Química. O professor passou um conteúdo e, enquanto esperava os outros copiarem, pensei no que poderia escrever para o Machado de Eugênio, tinha que postar no dia seguinte. Resolvi escrever um protocolo sobre como sobreviver a zumbis, eu sempre fui meio cabreiro em relação a zumbis, zumbis comem cérebros, eu não quero ter meu cérebro comido. Escrevi um protocolo, em 14 pontos, sobre como sobreviver a uma invasão zumbi e, evidentemente, manter a espécie humana e sua cultura. Mal sabia que esse protocolo, que a priori era um texto direcionado para o humor, guiaria meus rumos em tempos não muito distantes.
            Era hora do recreio, (ainda não disse meu nome, meu nome é Fronrel), desci junto com um amigo meu que escrevia junto comigo, o Monquei, estávamos comentando sobre o post que cada um escreveria quando um colega nosso, só de sacanagem, passou ao nosso lado e disse:
Amigo “sódesacanage”: NÓIS VAI ALI
            Eu sabia o que iria acontecer, era terrível. Olhei para o Monquei, ele estava com os olhos arregalados e a cara se contorcia de agonia e dor, ele suava igual tampa de marmita, até que caiu no chão com a língua enrolada e tendo convulsões, Monquei tinha (frequentes) ataques epiléticos ao ver ou ouvir erros gramaticais, algo realmente trágico. Depois de certo tempo ele recobrou a consciência e voltou a si.
            Quando a aula terminou, e eu finalmente cheguei em casa, testemunhei algo que jamais pensei que veria, algo extremamente...

CONTINUA!
Resolvi começar uma historinha besta, se quiserem que eu prossiga, por favor, deixem comentários (dêem sugestões e, evidentemente, se coloquem contra ou a favor da continuação.)

12 comentários:

  1. Continue, ficou legal. Poxa Ian, fiquei com medo desse seu amigo epilético, kkk

    ResponderExcluir
  2. huauhuhauha
    O Sefode que dá medo! E a história tá ficando legal, continua sim.

    ResponderExcluir
  3. kkkkk' continua ! Ta ficando legal :)

    ResponderExcluir
  4. A claro q tem q continuar... haha me #sidivirtu com vcs.

    ResponderExcluir
  5. kkkkkkkkkkkk
    Ficou massa a história. \õ/
    Agora a gente decide qual vai ser o rumo desta história =)
    Apoio a continuação !

    Monquei em um dos seus ataques epiléticos descobre acidentalmente, ao recupera sua consciência, um estudio onde os zumbis perpetuam seu modo de vida e "cultara" atráves de músicas de funk e programas como BBB. \õ/

    ResponderExcluir
  6. Eu só espero que se eu entrar nessa estória, não receba um nome tosco.
    Coitado do Marco.

    ResponderExcluir
  7. meu irmao e um palaso cabesudo_l_

    ResponderExcluir
  8. kkkkkkkkkkkkkkkkk...sefode é paia!!

    ResponderExcluir
  9. Não gosto muito de suspense, por isso resolvi esperar algumas temporadas para começar a ler...
    Ps: Muito massa esse primero capitulo.
    Pss: Ataques epiléticos ao ouvir erros ortograficos (kkkkkk).

    ResponderExcluir