Pulp Post

Este domingo é dedicado a um Roteirista e Diretor de cinema que pode ser colocado
na categoria "Um dos Grandes"

Roteirista e Diretor de Filmes épicos como:
Pulp Fiction (Oscar de melhor roteiro original)
Inglorious Bastards (Oscar de melhor ator coadjuvante e indicação de melhor filme)
Kill Bill Vol. 1 & Vol. 2

Um pioneiro no uso de câmeras em locais inusitados (como no porta-malas de automóveis) e do uso de roteiros não lineares, além de grandes sacadas em diálogos ácidos e longos.


5 comentários:

  1. poderia ter colocado um vídeo legendado, não acha?

    ResponderExcluir
  2. Este vídeo é legendado, tem o botãozinho, na barra cinza, escrito CC (closed caption) se você clicar nele, ele coloca a legenda pra tocar

    ResponderExcluir
  3. Muito obrigado Ian o/

    ResponderExcluir
  4. mas Ian, não entendo. Você criticou tanto o Dan Brown por utilizar uma mesma estrutura, e veja: http://www.youtube.com/watch?v=KpZEHZww7cM
    O Código Tarantino

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hadron, creio que você me interpretou equivocadamente. Perceba, Dan Brown utiliza-se te técnicas de roteiro de mesma estrutura, ele escreve a mesma sequência de fatos alterando nomes, lugares e épocas. Já o Tarantino faz pequenas piadas colocando contextos que anexam seus filmes uns aos outros. Você pode perceber que os filmes dele nunca são "iguais" no sentido de serem previsíveis ou de terem personagens com características idênticas, como ocorre nos livros do Dan Brown. Ele literalmente cria os filmes que faz, não se limita à equações.

      Excluir